JARDIM DOS ENCONTROS
Lugar de encontrar palavras, devaneios, imagens e sonhos plantados a esmo.

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Da série VERBOS QUE MUDAM TUDO: Contemplar e encontrar

É como um trem: ansiedade imensa para conseguir comprar o passe, marcar um bom assento, encontrar a plataforma correta, chegar na hora agendada... Pânico quase sempre.

Mas assim que as malas são colocadas no bagageiro e a cabeça se acomoda junto à janela, a tranquilidade toma conta de tudo, e não resta nada que não a contemplação sadia do caminho. Adoro este momento, porque minha voz se torna calma e eu viro porto e deixo de ser nau. E meu sorriso é mais brando e meu olho é mais bonito e tudo se torna mais simples em meu entorno.

Sensações diametralmente opostas. Agonia que começa com a loucura da busca, o medo da ausência, mas se desfaz na primeira curva da estrada e dá lugar a uma das coisas das melhores que existem em mim. Às vezes me distraio mas jamais perco de vista a estação correta da minha descida.

(...)

É assim. Bons encontros me causam isso. Espero que eu nunca perca o prazer de contemplar a paisagem lá fora e os assuntos aqui de dentro.

2 comentários:

  1. Eu simplesmente adoro ler o que vc escreve, Saudades...Desculpe invadir seu blog, beijos!

    ResponderExcluir